Principais termos de contabilidade que os empreendedores precisam saber

Muitos empresários acreditam que ao contratar serviços contabilidade não precisarão se preocupar com mais nada que seja relativo à área.

PrincipaisTermosContabilísticos

A contabilidade actua directamente com questões financeiras do negócio, o que faz com que seja muito importante que o empreendedor participe do processo e trabalhe em conjunto com o contabilista.

Pensando nisso, apresentamos aqui os principais termos contabilísticos que você precisa saber.

Balanço Patrimonial

Se você actua no meio empresarial, em algum momento já ouviu ou vai ouvir falar sobre Balanço Patrimonial ou simplesmente Balanço. Mas, o que vem a ser isso?

Bem, o Balanço auxilia no entendimento da movimentação financeira do negócio, já que nele constam os dados relativos à posição financeira e patrimonial da empresa num determinado período, desde os bens que a empresa possui, os valores por receber (direitos), valores por pagar (obrigações) e valores dos sócios/accionistas/propretários (fundos próprios).

De maneira geral, ele é composto por:

      • Activos;

      • Passivos;

      • Fundos Próprios (Património Líquido).


Custos Fixos e Variáveis

Entre os principais termos contabilísticos estão os custos. Em suma, eles são classificados segundo a finalidade do uso do capital: quando se trata do volume de produção, por exemplo, a classificação se divide em custos fixos e custos variáveis.

Vamos entender o porquê?

Independentemente do volume da produção, os custos fixos continuam os mesmos, sem que seus valores sejam afectados. Veja exemplos:

      • Renda de estabelecimentos;

      • Aluguer de equipamentos;

      • Salários do pessoal administrativo;

      • Salários de vigilantes; entre outros.

Por sua vez, os custos variáveis dependem directamente do volume de produção, pois são relacionados a ela, veja:

      • Matérias-primas, auxiliares ou materiais para fabrico de produtos;

      • Insumos (água, corrente eléctrica, horas de trabalho, etc.);

      • Comissões de vendas; entre outros.


Fluxo de Caixa

O acompanhamento do Fluxo de Caixa é algo que deve ser colocado em prática por todos os empreendedores, sem excepção.

O controle do fluxo de caixa ajuda a monitorar as movimentações financeiras da empresa em determinado período, ou seja, todas as entradas e saídas de dinheiro. Isso auxilia na tomada de decisões, no conhecimento dos números do negócio e na descoberta de problemas que afectam a área financeira, como gastos desnecessários e/ou evitáveis.

Além disso, o acompanhamento do Fluxo de Caixa permite que o gestor faça projecções financeiras para os próximos meses.


Activo e Passivo

De modo geral, o ACTIVO abrange todos os bens da empresa (móveis e imóveis), investimentos, direitos e qualquer valor financeiro que a empresa tenha em conta ou por receber.

O PASSIVO, por sua vez, representa os valores relacionados às obrigações com terceiros, como quantias a serem pagas aos fornecedores, por exemplo.

Ambos os termos, como já vimos, fazem parte da composição do Balanço, daí a importância de serem compreendidos isoladamente.


Regime de Tributação

Muitos empreendedores sequer entendem o que é Regime de Tributação, apenas se comprometem a pagar os impostos devidos periodicamente sem entender de facto como funciona o sistema de cobrança.

No geral, o Regime de Tributação se trata de um conjunto de leis que regulamenta como o sujeito passivo (empresa) será tributada. Ao escolher o regime mais adequado, o empreendedor consegue reduzir despesas e pagar menos impostos.

Veja os tipos de regime:

      • Regime de contabilidade organizada;

      • Regime simplificado de escrituração;

      • Regime simplificado de determinação do lucro tributável;

      • Regime específico de tributação de actividades mineiras;

      • Regime do ISPC – Imposto Simplificado sobre Pequenos Contribuintes.


Mapa de Demonstração de Resultado (MDR)

O Mapa de Demonstração de Resultado mostra resumidamente os resultados das operações da empresa em determinado período (geralmente, um ano). De acordo com a legislação, no MDR as empresas devem discriminar, de entre outros elementos, os seguintes:

      • O volume de vendas do período;

      • O custo dos inventários (stock vendido ou consumido);

      • O custo com pessoal;

      • O custo com fornecimentos e serviços de terceiros;

      • As amortizações e depreciações do imobilizado da empresa;

      • As receitas e gastos e gastos em geral, incluindo os financeiros;

      • Os resultados antes de impostos;

      • O imposto sobre o rendimento; e

      • Os resultados líquidos do período.


Percebe como os termos acima podem auxiliar o seu trabalho como gestor assim como no seu entendimento sobre as obrigações fiscais?

Acompanhar o Fluxo de Caixa, por exemplo, pode lhe mostrar o porquê da situação actual do seu negócio e o preparar para tomar decisões futuras mais assertivas, se baseando nas próprias movimentações financeiras da empresa.

Enfim, vimos aqui os principais termos da contabilidade que os empreendedores precisam saber. Além de conhecê-los, também é importante adoptar medidas para optimizar o seu trabalho e o da contabilidade para que trabalhem de maneira conjunta visando a saúde financeira do negócio.